domingo, 26 de fevereiro de 2012

Oitavo Capitulo | Bebedeira 0.0 ... trovoada :'c | parte II

Postagem retirada do Blogue Louco (http://amorguerra.blogspot.com/) ja agora passem por la, o blogue é óptimo e claro é ZANESSA :)

Bem pelo menos sabemos que a nossa estrela de eleição anda protegido, segundo as noticias de Us weekl, Zac deixou cair o preservativo do bolso...não acreditam? A um video onde pode ver a cara dele bem envergonhada depois. Bem est+a noticia não é nada de chocante nem é isso que eu quero fazer parecer. Mas digam lá ele é adorável quando fica envergonhado, e sem saber o que fazer

Bem se querem ler de onde eu li a noticia aqui ficam endereço para vocês. Mudado de assunto mais tarde penso em postar o primeiro cap. É tudo fiquem bem.
http://www.usmagazine.com/entertainment/news/oops-zac-efron-drops-condom-on-lorax-red-carpet-2012232


Agora deixo-vos com o tema que eu acho que melhor descreve o Zac nesta historia, eu estive a pesquisar umas musicas e descobri a que se encaixava nesta historia, espero que com a musica vocês possam mais ao menos perceber o que se vai passar na historia, a musica chama-se "Goo Goo Dolls" do cantor Iris (neste caso num cover com Avril Lavigne), espero que gostem ...

Queria aproveitar para divulgar um novo blogue, eu nao conhecia mas agora que conheço adoro e nao vejo a hora que chegar o novo capitulo, chama-se "Tudo por AMOR", passem por la, a historia é realmente incrível, super tocante e comovente, como é óbvio é uma historia ZANESSA ! Link : http://tudoporamorhistoriaszanessa.blogspot.com/


Oitavo Capitulo Parte II

Eram nove da manha quando Zac acordou, Vanessa ainda estava em cima de si, com o rosto metido no seu pescoço e com o cabelo todo desgrenhado da noite passada. Sem movimentos bruscos Zac tirou Vanessa de cima de si e cobriu-a com o lençol, vestiu os boxers e saiu do quarto sem fazer grande barulho. A cozinha continuava do mesmo modo que ambos a deixaram antes de ir pro quarto, copos partidos, a mesa ainda posta e o copo de vinho que Vanessa teimava em estar sempre a encher estava caído no chão enquanto o liquido tinha deixado uma grande nódoa na carpete da sala da morena.
Não demorou muito para Zac começar a limpar toda aquela bagunça, tentou fazer o menos barulho possível ao limpar tudo aquilo. Longos minutos se passaram e a sala estava de novo limpa, ao ver tudo novamente no sitio Zac resolveu fazer café, quando ficou pronto a campainha tocou, não se lembrando que estava apenas a usar uns boxers foi abrir a porta, quando viu quem era sentiu a sua cara ficar mais quente que azeite a ferver, não sabia o que fazer, nem muito menos o que dizer. Era ela, a melhor amiga da sua futura noiva que estava ali, Zac não sabia o que fazer ...
Ashley : diz-me que aconteceu aquilo que eu estou a pensar! -disse Ashley ao entrar no apartamento sem ser ao menos convidada-
Zac : eu não sei no que estas a pensar! -disse a fazer-se de desentendido-
Ashley : não te faças de parvo, só pode ter acontecido uma coisa para tu ainda estares aqui e ainda mais só de boxers! -disse animada- tu e a Vanessa foram pra cama! -disse quase aos pulinhos de contentamento e com a voz um pouco elevada-
Zac : shh! -disse ao fazer sinal para Ashley falar baixo- a Vanessa ainda esta a dormir e com a ressaca de ontem vai acordar com um humor pior que o normal! -disse ao tentar mudar de assunto-
Ashley : não tentes mudar de assunto! -disse a apontar o dedo á cara de Zac- eu ainda não acredito que tu foste pra cama com a Vanessa, quer dizer que a Vanessa foi pra cama contigo!
Zac : eu não tive culpa, quando tu saíste daqui ela ficou totalmente descontrolada, começou a dizer coisas sem sentido e quando dei por mim ela já estava em cima de mim. -disse desesperado- eu juro que tentei fazer com que ela parasse mas mesmo estando bêbeda ela continua a mesma teimosa de sempre, ate mais de formos a ver. -disse ao atirar-se pro sofá com as mãos na cara-
Ashley : tem calma, o que aconteceu aconteceu e nada pode mudar isso, é certo que a Vanessa vai ficar chateada e nem vai conseguir ver-te á frente mas isso é só por vergonha, depois passa. -disse tentando acalmar Zac-
Zac : eu tenho medo que ela desista do casamento por achar que eu me aproveitei dela! Eu juro que não fiz nada, ela é que me provocou, quando eu me apercebi do que ia acontecer já estava mais que envolvido, era impossível parar naquela altura. -disse aflito-
Ashley : eu tenho a certeza que a Vanessa não vai tomar nenhuma atitude sem pensar nas consequências que ela pode trazer. -disse com certezas- tem calma, quando a Vanessa acordar vocês conversam e tu contas-lhe tudo aquilo que me contaste, ela vai entender!
XXX : ninguém me precisa contar nada! -disse uma voz que tanto Ashley como Zac conheciam muito bem-
Ashley : bom, eu acho que esta é a altura em que eu me ponho a andar para vocês conversarem! -disse ao levantar-se, foi ao lado de Vanessa deu-lhe um beijo na bochecha e saiu dizendo apenas um chão-
Zac : eu ...
Vanessa : não precisas dizer nada, eu ouvi tudo! -disse interrompendo Zac de uma maneira fria e mal humorada- o que aconteceu foi um erro, não devia ter acontecido e nunca mais vai voltar acontecer, foi a pior noite da minha vida e este assunto acaba aqui. -só depois de dizer estas palavras Vanessa reparou que toda a sala estava arrumada, tinha a certeza que não tinha sido Ashley a arrumar toda aquela bagunça, só podia ter sido uma pessoa, Zac- não era preciso teres arrumada tudo, eu própria o fazia- disse sem ao menos dizer um obrigado ou ter dado pelo menos um sorriso-
Zac : fica descansada que nunca mais faço nada que tu possas fazer! -disse também frio, frio pelo facto que não compreender a atitude de Vanessa, ela estava a ser criança e não era capaz de dizer pelo menos um obrigado, por isso Zac estava a ser frio- vou vestir-me com licença. -sem também mais dizer Zac saiu da sala passando por Vanessa que não resistiu em olhar para trás quando Zac ja estava de costas para si, respirou fundo e só então lhe cheirou a café acabado de fazer, foi para a cozinha e pôde constatar que Zac tinha lavado toda a loiça suja do seu jantar com Ashley, não percebia o porquê de ele fazer tudo aquilo.-
Vanessa serviu-se do café e foi pra sala onde ligou a televisão e sentou-se no sofá a desfrutar daquele café que por sinal estava óptimo, tentou abstrair-se de tudo o que se tinha passado naquela noite mas para sua infelicidade, ou não, o cheiro de Zac já estava em sua casa e principalmente na sua pele, não se lembrava de tudo o que tinha feito naquela noite mas o que tinha feito com Zac estava bem presente na sua memoria, lembrava-se de tudo, inclusive da parte em que tinha sido ela a insistido para ir pra cama com Zac, que tinha sido ela a provoca-lo e que também tinha sido ela a leva-lo para o seu quarto. Sabia que era culpa sua mas neste momento não conseguia tratar Zac de outra forma senão de uma forma fria, queria distanciar bem as coisas e dar a entender que o que se tinha passado na noite anterior não iria voltar acontecer.
Embora não quisesse admitir para si mesma o que pensava Vanessa tinha gostado da noite com Zac, gostado ate demais que aquilo que devia, Zac fê-la ir ate ao paraíso e voltar, era como se Zac fosse ideal para ela, como se se encaixassem de uma forma inacreditavelmente perfeita. 
Despertou dos seus pensamentos quando ouviu a porta de sua casa abrir-se ...
Zac : quando marcares o jantar com a tua mãe agradeço que me informes, ate la não é necessário nos encontrar-mos, vou dizer á minha mãe que nos chateamos. -disse extremamente frio, Vanessa nunca tinha visto Zac falar assim com ninguém, nem mesmo com o seu pai-
Vanessa : tudo bem. -disse simplesmente, não tinha mais o que dizer. Estremeceu quando ouviu a porta fechar com toda a força-
Enquanto Vanessa estava em casa a pensar em tudo o que se tinha passado nas ultimas horas, Zac encontrava-se dentro do carro com o leitor de CDs ligado num volume exagerado a andar pelas ruas de Los Angeles sem  destino certo, não sabia para onde ir, o que fazer ou o que pensar, estava á espera de qualquer atitude de Vanessa, qualquer atitude menos desprezo. Esperava ouvi-la soltar os cães, chamar-lhe os piores nomes possíveis imaginários, esperava ate que ela lhe batesse, mas despreza-lo depois do que tinham feito na noite anterior?! Não, isso Zac não esperava, as palavras de Vanessa não lhe saiam da cabeça, "o que aconteceu foi um erro, não devia ter acontecido e nunca mais vai voltar acontecer, foi a pior noite da minha vida e este assunto acaba aqui.", sentiu-se mal, bastante mal, nunca tinha ouvido nada igual ou sequer parecido, nunca ninguém o tinha rebaixado a tal ponto.
Parou o carro perto da praia, fechou-o e decidiu caminhar, adorava aquela praia, aquele sitio, lembrava-se dos momentos que tinha la passado em criança, lembrava-se de correr e apanhar com o vento na cara enquanto fugia do pai a brincar ao apanha, ou então a fugir á mãe sempre que tinham de ir embora, foram bons momentos, bons momentos que nunca mais se iriam repetir, não pelo facto de Zac já não ser um menino e sim um homem, mas sim pelo facto de já não ver Robert como seu pai, mas sim como uma pessoa que quer acabar com a sua vida, ou então pelo facto da sua mãe já não ter aquela alegria que tinha quando todos estavam juntos. A cada dia que passava Zac via a sua vida andar cada vez mais para trás, havia quem pensasse que a sua vida era um mar de rosas e que tinha dificuldades, por um lado era verdade, Zac tinha tudo e ao mesmo tempo não tinha nada, desde a historia do casamento Zac começou a pensar e nunca antes tinha pensado em casar, nunca sentiu nada por nenhuma mulher tão forte ao ponto de dar um passo tão grande, sentia-se só, por vezes gostava de ter alguém com quem falar sobre tudo, alguém em quem pudesse confiar, alguém a quem pudesse dizer pela primeira vez um "eu amo-te, és a mulher da minha vida", sentia vontade se sentir pela primeira vez amor, gostava de chegar a casa e ter uma mulher á sua espera com um sorriso na cara, gostava de ter á sua espera a sua mulher, sua e de mais ninguém. O mais próximo que teve de um casamento é o contrato que fez com Vanessa, uma mulher que o odiava por tudo e mais alguma coisa. Sentou-se na areia junto ao mar, os seus pensamentos eram tantos quanto a areia que via á sua volta, tinha tanto no que pensar, tinha tanto o que fazer. Sentia-se sozinha, sozinho e ao mesmo tempo cheio de gente á sua volta. 
Sem um motivo aparente na cabeça de Zac ou ao menos darem sinal do que ia acontecer as lágrimas começaram simplesmente a cair-lhe dos olhos tão azuis quanto o mar á sua frente, caiam como chuva que não tardou em aparecer, enquanto as outras pessoas corriam para os carros apressados Zac apenas se deixou continuar sentado junto ao mar, parecia um boneco, não se conseguia mexer, apenas chorava, sem ao menos entender o motivo do seu choro.
Ja se tinham passado horas e Zac ainda continuava no mesmo local, na praia debaixo daquela chuva que teimava em continuar juntamente com as suas lágrimas que também não paravam de cair, o seu telemóvel que estava no carro ja tinha mil e uma chamadas tanto de Vanessa como de Starla, quando ligaram a Starla a perguntar o porquê de Zac não ter ido trabalhar ela logo pensou que ele estivesse com Vanessa, ligou-lhe e pelo tom de voz da morena logo viu que não era isso, perguntou-lhe o que se tinha passado e a única coisa que Vanessa disse foi que se tinham chateado, esperaram algum tempo e nada de Zac, nem uma chamada, uma mensagem de testo, nada, Starla ja estava a entrar em desespero juntamente com Vanessa que se sentia culpada pelo desaparecimento de Zac, ligou imediatamente para Taylor com a esperança de conseguir saber mais alguma coisa, mas nada, Zac não tinha ligado a Taylor, ja não se falavam desde o dia anterior. Tanto Ashley como Taylor foram logo para casa de Starla onde ja la estava Vanessa, esperaram mais algum tempo e nada, foi então que Vanessa viu uma foto de Zac na praia com os pais, Vanessa conhecia muito bem aquela praia, era a praia que ficava perto da casa dos pais de Charlie, sem saber o porquê algo dentro dela lhe dizia para ir ate aquela praia, sem dizer nada a ninguém pegou nas chaves do seu carro e saiu porta fora deixando Starla, Taylor e Ashley preocupados, entrou no carro e o seu destino foi a praia da fotografia, algo dentro dela lhe dizia que era la que Zac estava, algo muito forte lhe dizia que Zac la estava, nao demorou muito a la chegar, viu o carro de Zac perto da praia e o aperto que sentia no peito desapareceu, estacionou o carro perto do de Zac e saiu nao se importando com a chuva que a tinha deixado encharcada em poucos segundos.
Olhou por todos os lados e nao viu Zac, voltou novamente a ficar preocupada, decidiu andar um pouco mais para baixo e foi então que viu Zac sentado na areia, com a cabeça entre as pernas sem mexer seque um músculo, correu por lado dele e só quando o chamou pôde perceber que ele chorava ...





Uihh Uihh ... aposto que nenhuma de vocês estava á espera disto ... preparem-se pro próximo capitulo ... vai ser longo e cheio de surpresas ... espero que gostem, beijos !!!
7 comentários para o próximo ! BEIJOS Manu :)

12 comentários:

Margarida disse...

cap muito bom:)
a van fui muito fria com o zac...
posta logo
bjs

Anónimo disse...

amei amei amei
o que sera que vai acontecer em ???
posta logo

eternamente zanessa disse...

meu deus o que sera que vai acontecer???
posta logo bjsss

Anónimo disse...

o que sera q vai acontecer????? posta logo!

Margarida disse...

cap muito bom:)
a van fui muito fria com o zac, fiquei com pena dele agora:(p
posta logo
bjs

Margarida disse...

cap muito bom:)
a van fui muito fria com o zac, fiquei com pena dele agora:(p
posta logo
bjs

Anónimo disse...

o cap ta incrivel aqui tem o site de um historia nova parece q vai ser incrivel so tem a sinopsi mais a historia promete http://loving-zanessa.blogspot.com/ Ja li outras historias dela e todas sao otimas aconcelho a seguiresta q parece q vai ser d+ bjsss

Anónimo disse...

o cap ta incrivel aqui tem o site de um historia nova parece q vai ser incrivel so tem a sinopsi mais a historia promete http://loving-zanessa.blogspot.com/ Ja li outras historias dela e todas sao otimas aconcelho a seguiresta q parece q vai ser d+ bjsss

Anónimo disse...

o cap ta otimo posta logo ta bjs

• Paula disse...

Ai que emocionante!
Adoroo caps dramáticos!
Amei amei amei!
Espero que eles se entendam e que a Vanessa seja mais compreensiva.
Fiquei com dó do Zac, e essa música com esse cap então?
Deu vontade de chorar junto com ele!
Muito perfeito o cap!
Posta logo
Bjos amorê

stephanie_95_7 disse...

Ai amei, está tão lindo *.*
Por favor, posta o mais rapido possivel, nao sei se aguento de tanta curiosidade para saber o que se vai passar!!
Bjs

Evelly disse...

MEU DEUS! a Vanessa só pode
ter um prego atravessado na cabeça dela kkkkkkkk só isso explica ela fazer isso coitada deve estar confusa; amei muito espero que ela peça desculpas pro Zac ele não merece isso posta logo bjss