segunda-feira, 11 de junho de 2012

Décimo Quinto Capitulo -de volta a casa, ou não ...-

Antes de mais tenho que divulgar um blogue, chama-se Fics DySu, "Love be the Professor of Pbysical Education", passem por la, vale a pena, acreditem. Link : http://fics-dysu.blogspot.pt/

A musica de hoje chama-se "Right Here Right Now (My Heart Belongs To You)", é uma musica da cantora Agnes, espero que gostem ...




No Capitulo anterior ...
Vanessa : Zac eu ...
Zac : tu não precisas dizer nada, tu percebeste tudo mal. -disse ao beijar os lábios de Vanessa- tu das-me prazer, e muito sua tola! -disse ao fazer cossigas em Vanessa que se ria sem parar- agora vamos para dentro que amanha á tarde ja temos de estar dentro do avião!
Vanessa : é, o que é bom dura pouco! -disse ao acomodar-se nos braços de Zac-
Zac : temos de ver o lado positivo das coisas, quando chegarmos la vamos poder contar ao mundo todo que vamos ter um filho! -disse todo babado-
Vanessa : ou filha! -disse a rir-
Zac : é, ou filha. Mas se Deus quiser vai ser um menino, e logo depois uma menina! -disse ao agarrar Vanessa- eu não quero que andem a babar na minha filhinha, é preciso um rapaz para tomar conta dela quando eu não estou! -disse fazendo Vanessa rir muito-
Vanessa : Zac ela ainda nem nasceu e tu ja estas preocupado com os rapazes que vão andar atrás dela?! -perguntou ainda a rir- tu não existes mesmo!
Zac : tenho mesmo de me preocupar, se ela for linda como a mãe vou ter que ter muito cuidado com os rapazes, eles vão ser que nem mel! -disse ao levar Vanessa para o quarto, deitou-a na cama e pôs-se em cima dela-
Vanessa : que exagero!
Zac : exagero nada!
Mo meio de muitas conversas sobre bebes e risos ambos acabaram por adormecer, agarradinhos um ao outro, como um casal normal e apaixonado. Não era preciso uma noite de sexo para ambos terem uma noite prazerosa e bem passada.

Décimo Quinto Capitulo

O que devemos fazer quando temos a sensação de que o coração nos vai sair da boca a qualquer instante? Zac realmente não sabia o que fazer, ver Vanessa tão entregue a si era uma sensação desconhecida para ele, não que ele não gostasse, bem pelo contrario, ele adorava ter Vanessa nos seus braços, ouvir as suas gargalhadas, ver os seus sorrisos, conhecer as suas manhas, tudo era novidade para Zac.
Estavam neste momento dentro do avião, estavam prestes a aterrar em Los Angeles, Zac tinha receio daquilo que os esperava assim que o avião aterrasse e eles metessem os pés em Los Angeles. Sabia que não iria ser fácil, havia muitas pessoas que os queriam ver separados, teriam uma guerra pela frente, uma guerra que Zac fazia questão de ganhar. Era a sua felicidade que estava em jogo, a sua, a da sua mulher e a do seu futuro ou futura filha. Iria lutar com todas as suas forças para o seu casamento não terminar, estava feliz com ele, mais feliz do que nunca. Não queria que aquela felicidade acabasse.
Vanessa : em que tanto pensas? -perguntou acordando Zac para a realidade, ele estava adormecido no meio dos seus pensamentos-
Zac : em nos e naquilo que nos espera assim que pisarmos o solo de Los Angeles. -disse fazendo a expressão de Vanessa mudar totalmente-
Vanessa : eu também estou preocupada, também não sei aquilo que nos espera e isso é assustador. -disse aconchegando-se nos braços fortes e convidativos de Zac- tenho medo daquilo que o teu pai e a Karina podem fazer.
Zac : eu também tenho, mas nos não nos podemos privar de viver o nosso casamento apenas por medo daquilo que eles podem fazer. Temos de agir com calma e não pensar neles, afinal não nos podemos esquecer que dentro de alguns meses vai haver mais um membro na família, e eu tenho a certeza que ele vai fazer toda a diferença. -disse enquanto acariciava o ventre de Vanessa que se rendeu completamente aquela caricia-
Vanessa : É, talvez ele faça o coração do teu pai amolecer. -disse ao pôr a mão por cima da de Zac-
Zac : é, quem sabe. -disse antes de beijar os lábios rosados de Vanessa-
Depois de algumas horas de viajem estavam de volta a Los Angeles. Assim que saíram do avião avistaram um motorista que os esperava ja com as malas e tudo pronto para regressarem a casa. Tinha ficado acordado que Zac e Vanessa iriam viver na casa de Zac com a mãe do mesmo mas nao era esse o caminho que o motorista ia a fazer ...
Vanessa : para onde vamos? -disse virando-se para Zac-
Zac : a casa de um cliente, eu preciso ir la buscar uns documentos.
Vanessa : tudo bem. -disse encostando a cabeça no ombro de Zac.-
A viajem ate casa do tal cliente ainda foi um pouco longa, quando chegaram ja eram quase 10 horas da noite, o estômago de Vanessa ja doía de tanta fome que a morena sentia.
Vanessa : o teu cliente importasse se eu pedir alguma coisa para comer la em casa dele? -perguntou com voz manhosa- estou a morrer de fome!
Zac : claro que não, tenho a certeza que ele vai fazer questão de comermos algo mesmo. -disse a sorrir-
Quando chegaram á casa do cliente Vanessa olhou pela janela e ficou encantada, a casa era linda, mais linda que alguma vez ja viu ...
Vanessa : OMG! -disse com os olhos arregalados- isto sim é uma casa!
Zac : gostas? -perguntou a sorrir-
Vanessa : se eu gosto? -perguntou olhando para Zac- eu amei! Eu amei, amei, amei! -disse fazendo Zac rir-
Zac : vamos entrar! -disse puxando Vanessa para dentro-
Vanessa : não é melhor tocarmos na campainha primeiro? -disse travando Zac- não se entra assim na casa das pessoas.
Zac : ele não se importa! -mais uma vez Zac puxou Vanessa para dentro, Vanessa não entendeu, Zac abriu a porta com uma chave, ele tinha a chave da casa do cliente? Estranho-
Vanessa : tu tens a chave da casa do teu cliente? -perguntou assim que Zac abriu a porta-
Zac : não! -disse a rir-
Vanessa : como não?! Tu acabas-te de abrir a porta! -disse sendo puxada por Zac para dentro da casa-
Zac : não tenho porque esta casa não é de nenhum cliente meu! -disse a rir-
Vanessa : não?! -perguntou sem entender- então de quem é? -perguntou curiosa-
Zac : como tu gostaste da casa, a partir de hoje é nossa! -disse a sorrir-
Vanessa : hã?! -perguntou sem acreditar- nossa tipo nossa mesmo?!! -perguntou ao olhar em volta-
Zac : nossa tipo nossa mesmo! -disse a rir da reacção de Vanessa-
Vanessa : HAAAAAAA .... -Vanessa deu um grito tão alto que Zac ficou a olhar para ela com os olhos esbugalhados. Sem Zac contar Vanessa salta para cima dele e abraça-o com toda a força-
Zac : ainda bem que gostaste! -disse a rir-
Vanessa : eu não gostei, eu amei! Esta é a casa dos sonhos de qualquer pessoa! Eu amei! -disse também a rir- vamos eu quero ver tudo! -disse a dar uns pulinhos-
Zac : vamos la! -Zac agarrou na mão de Vanessa e começou a mostrar-lhe todos os cantos da casa-  aqui é a sala.
Vanessa : linda!
Zac : aqui é a cozinha.
Vanessa : sabes cozinhar?
Zac : mais ao menos. Porquê?
Vanessa : porque vais usa-la tanto como eu meu amor! -disse irónica- cá em casa as tarefas vão ser divididas de igual forma entre os dois. Entendidos? -disse seria-
Zac : claro. -disse serio, por esta ele não esperava- Aqui é o salão de jogos! -disse animado-
Vanessa : espero não ter de me chatear com esta sala. -falou ao ver a animação de Zac-
Zac : hã? -perguntou sem entender-
Vanessa : apenas um aviso, esta sala tanto esta aqui como deixa de estar.
Zac : sê mais clara.
Vanessa : não penses que vou deixar que venhas praqui todas as noites jogar seja o que for com o Taylor, ate porque eu aposto que ele sabe da casa e principalmente desta sala!
Zac : vamos para a parte de cima! -disse mudando de assusto-  há quatro quartos de hospedes, são todos iguais.
Vanessa : são lindos, mas para quê tantos quartos? é um exagero Zac.
Zac : exagero nada, um deles vai estar ja ocupado, ja só sobram três Nessa. -disse fazendo Vanessa rir- agora vamos ao nosso quarto, fui eu que decorei, não deixei ninguém dar um único palpite, eu espero que gostes.
Vanessa : é lindo Zac, adoro as cores, são simples, neutras.
Zac : foi isso que eu pensei. -disse abraçando Vanessa- ali é uma espécie de sala com sofás e televisão para nos estarmos sem sermos incomodados. -disse enquanto beijava Vanessa-
Vanessa : óptima ideia! vamos ver o jardim! -disse soltando-se de Zac-
Zac : espera! -disse agarrando Vanessa- aqui ainda há mais!
Vanessa : mais? -Zac apenas acenou que sim com a cabeça-
Zac : nada melhor do que uma varanda com sofás. -disse ao abrir a janela-
Vanessa : tu não existes Zac! -disse a rir- não era preciso isto tudo, para ser sincera eu ate pensei que fossemos viver para casa da tua mãe.
Zac : ate ao dia do casamento era isso que ia acontecer, mas depois de saber que íamos ser pais achei melhor termos um cantinho só para nos. -disse ao acariciar a bochecha de Vanessa-
Vanessa : cantinho? -perguntou irónica- tu chamas a isto um cantinho senhor Efron?!
Zac : dentro do alguns meses vai sim ser um cantinho! -disse a rir-
Vanessa : quando o teu filho começar a correr de um lado para o outro tu vais desejar sim, que esta casa fosse um cantinho.
Zac : eu apenas andei alguns capítulos á frente, como é óbvio nos não vamos ter só um filho, vamos ter três e por isso esta casa é perfeita.
Vanessa : três filhos? -perguntou a rir- eu não me lembro de dizer que queria ter três filhos.
Zac : vamos ver a parte de fora! -disse ao mudar de assusto-
Desceram as escadas juntos e Zac levou Vanessa ate ao exterior da casa, havia piscina, jardim e ate um pequeno parque de criança, ele tinha pensado realmente em tudo.
Vanessa : eu nem sei que te diga Zac, esta casa é perfeita. -disse com os braços em volta do pescoço de Zac-
Zac : tu mereces isto e muito mais! -disse beijando Vanessa- tu vais dar-me a coisa mais linda que se pode ser na vida, tu vais dar-me um filho Vanessa. -disse a sorrir- isto é pouco á beira daquilo que tu mereces!
Vanessa : eu nao fiz este filho sozinha Zac, o mérito é tanto meu quanto teu! -disse ao mergulhar as mãos pelo cabelo macio de Zac-
Zac : eu nunca pensei em estar assim um dia. -disse ao sentar-se num sofá de baloiço que havia no jardim-
Vanessa : eu também nao, á cerca de três meses atrás andava louca da vida a tentar acabar de pagar os meus estudos e agora estou aqui, casada, á espera de um filho e numa casa que nao há palavras para descrever! -disse a sorrir-
Zac : melhor entrar, esta a começar a ficar frio e amanha tenho de acordar cedo, o bem bom acabou senhora Efron! -disse fazendo Vanessa rir-
Zac pegou em Vanessa ao colo e subiu com ela para o quarto, quando chegaram Zac largou Vanessa ...
Vanessa : se quiseres ir tomar banho enquanto eu ponho as roupas no sitio podes ir. -disse pondo a mala em cima da cama-
Zac : nao te importas? -perguntou abraçando Vanessa por traz-
Vanessa : nao, ate agradeço, durante este tempo que passei contigo a primeira coisa que me chamou atenção foi a tua falta de arrumação! -disse a rir-
Zac : nunca me precisei de preocupar com isso! -disse também a rir- mas eu prometo ser mais arrumado a partir de agora!
Vanessa : é bom mesmo! -disse dando um beijo a Zac- vai la que eu arrumo isto num estantinho!
Za beijou Vanessa e foi tomar o seu banho, quando Vanessa disse que arrumava tudo num estantinho era mesmo num estantinho, mesmo antes de Zac sair do banho já Vanessa tinha tudo arrumado. Como viu que Zac ainda ia demorar pegou num baby dool, numa toalha e foi tomar o seu banho num dos quartos de hospedes. Quando Zac saiu do banho já estava tudo arrumado, reparou que Vanessa nao estava no quarto e quando se preparava para a chamar ouviu o barulho do chuveiro do quarto ao lado funcionar, logo deduziu que Vanessa estivesse la a tomar banho. Vestiu umas calças confortáveis azuis e uma t-shirt branca para dormir, deitou-se na cama e ligou a TV, enquanto esperava por Vanessa. Passaram-se 15 minutos e finalmente Vanessa entrou no quarto já de banho tomado e cabelos secos. Deitou-se ao lado de Zac e logo ele desligou a televisão, beijaram-se, de inicio o beijo foi lento e calmo, mas logo ficou exigente e quente, quando Vanessa se preparava para tirar a t-shirt de Zac ele separa o beijo e trava Vanessa...
Vanessa : que se passa? -perguntou sem entender-
Zac : eu preciso dormir, amanha tenho de acordar cedo e nao quero ir para a empresa cansado ou com sono morena. -disse dando um beijo na bochecha de Vanessa- amanha eu prometo que te recompenso.
Vanessa : ah nao Zac, é a nossa primeira noite na nossa casa e tu queres dormir?! -perguntou desapontada-
Zac : querer eu nao quero, mas preciso, amanha o dia vai ser duro e eu tenho de estar bem Vanessa.
Vanessa : se é assim nao vás trabalhar amanha, começas só para a semana. -disse irredutível-
Zac : eu já estive uma semana sem pôr os pés na empresa Nessa, amanha tenho mesmo de ir la! -disse também irredutível-
Vanessa : vai, mas só da parte da tarde, assim nao precisas dormir já e podes ficar comigo! -disse a fazer beicinho- va la Zac! -disse ao beijar Zac no pescoço, Vanessa nao era parva, sabia como convence-lo.-
Começou com beijo, depois passou a ter mordidas e lambidas, Zac já nao estava em si.
Zac : Vanessa... Para com isso, por favor. -suplicou-
Vanessa : Parar? Eu não quero. Eu quero-te Zac, eu quero agora!-disse ao beijar Zac com desejo-
Aquele beijo foi quente, a boca de Vanessa procurava a de Zac desesperadamente. Os seus braços envolviam o pescoço de Zac com força e com desejo. Zac nao resistiu a Vanessa e aos seus encantos. Deitou-a calmamente na cama, ficou sobre ela e deslisou o beijo até ao seu pescoço fazendo-a arrepiar-se, Zac foi deixando o rastro do seu beijo por todo o pescoço da morena. As mãos de Vanessa já estavam desenhando o corpo de Zac debaixo da blusa que ele usava, até que finalmente a tirou. Os lábios de ambos encontraram-se novamente, e desta vez com mais intensidade. As suas linguás dançavam em uma coreografia perfeitamente encaixada. Zac finalmente ganhou coragem, e em meio do beijo começou a levantar o pequeno baby doll que cobria o pequeno e delicado corpo moreno que ele tanto gostava. Quando finalmente o tirou, olhou-a ... o seu corpo era delicioso, um labirinto com curvas desenhadas como uma armadilha para a perdição. Vanessa olhou-o á espera da sua próxima ação. Zac beijou-lhe levemente os lábios, e foi beijando-lhe o corpo por inteiro, até ás suas pernas grosas e perfeitas. Ela soltou um gemido fraco de prazer, que tomou intensidade quando Zac tocou nos seus seios.
Zac : O teu corpo deixa-me louco Vanessa, o teu cheiro faz-me viajar... -disse enquanto beijava com muito desejo os seios, agora rigidos de Vanessa-
Vanessa contorcia-se na cama. Zac beijava-a com vontade. As mãos de Vanessa entrelaçaram-se nos cabelos loiros e macios de Zac, buscando por mais, a pedir mais. Vanessa já estava louca com a provocação de Zac. Vanessa giou Zac ate ao seu ponto de prazer. Zac começou a fazer um carinho, a sua vontade já estava no estremo. 
Quando enfim começou a penetrar Vanessa, ela soltou um gemido abafado, as suas unhas quase furaram o lençol com o prazer que estava a sentir. Zac controlou-se ao máximo no início, foi calmo e tranquilo, aproveitando cada centímetro de Vanessa. Mas os corpos de ambos pediam por mais... muito mais. Vanessa olhou Zac nos olhos, puxou o seu ouvido para perto de sua boca.
Vanessa : Maaaais... Eu quero-te inteiro dentro de mim. -disse num sussurro-
Vanessa beijou o pescoço de Zac, ainda abraçando-o. Zac começou a ir mais rápido, e os gemidos de Vanessa foram tambem mais altos. Zac abriu um pouco mais as pernas de Vanessa e foi o mais profundo que conseguiu. Vanessa gemia, retorcia-se, puxava o lençol, pedia mais. Zac ajeitou-se e puxou Vanessa para cima de si. Ela começou a subir e a descer gemendo a cada movimento.
Vanessa : Oh... Zac...
Ela queria chegar ao seu limite, ela foi feroz, isso surpreendeu muito Zac. Ela não queria algo calmo e cuidadoso, ela queria um prazer brutal. Ela descia em uma velocidade imensa, apoiou-se no tórax de Zac, empinou um pouco e continuou em uma velocidade surpreendente. Vanessa abaixou-se até aos lábios de Zac dando suaves beijos enquanto descia e sobia rápido e forte.
Vanessa : Zac... Eu quero-te... Por favor... Deixa o teu desejo sair... Eu imploro-te... Eu quero todo o teu desejo, eu quero o teu desejo brutal!
Aquelas palavras segaram a mente de Zac, e agora ele seguiria os desejos do seu corpo com sede de prazer. Zac puxou-a pra si e deu-lhe um beijo penetrante e envolvente, pegou nos seus cabelos e conduziu os movimentos do beijo. Zac começou a empurrar com mais força, segurando cintura de Vanessa e indo o mais rápido e profundo possível, Zac queria vê-la gritar de prazer, gemer até chegar ao clímax.
Vanessa : Isso...! Mais Zac... Mais...
Zac voltou a deita-la e ficou por cima, ele sentia um prazer indescritível, ele ia com vontade, desejo, mas tinha que se acalmar pra não machuca-la. Vanessa beijou-o, e com os lábios ainda grudados, ela começou a rebolar, os seus gemidos eram abafados pelo beijo. Ela começou a seguir os movimentos de Zac, os seus gemidos tornaram-se mais intensos e prazerosos de se ouvir, os olhos de Vanessa olhavam os Zac e pediam por mais e mais. Zac ia louco pro mais profundo de Vanessa. Até que chegou ao ponto certo.
Vanessa : Ah... Zac... Zac... Oh... Ai... Vai... Mais forte...
Zac não acreditava no que eu estava a ouvir e a ver. Vanessa queria mesmo aquilo. Vanessa deu um leve sorriso e beijou Zac novamente. Vanessa transbordava de prazer, a sua pele já estava a brilhar por conta do suor, ela mordia o lábio inferior quase o ferindo de tanta força. Até que quando se beijaram novamente...
Vanessa : Onh... Isso, ZAAAAAAAC!
Vanessa gritou o nome de Zac no orgasmo, ele ainda nao acreditava naquilo. Aquela foi a melhor sensação do mundo. Vanessa olhou Zac nos olhos e sorriu. Zac beijou-a mais um pouco até chegar ao seu orgasmo. Quando terminaram, Zac deitou-se ao lado de Vanessa com o cançaso, Vanessa apoiou a cabeça no tórax de Zac e ficou passando os dedos no mesmo, seguindo as formas que fazia. Zac riu da brincadeira dela.
Zac : Eu nem sei o que dizer Nessa... - disse envolvendo-a com um braço-
Vanessa : Que tal um "amanha nao vou trabalhar"? -Vanessa disse a olhar nos olhos de Zac com aquele sorriso maroto no rosto-
Zac : Talvez... -disse Zac enquanto fazia um carinho calmo nos cabelos mulhados pelo suor de Vanessa-
Adormeceram minutos depois, Vanessa com um sorriso maroto no rosto e Zac ainda a tentar associar tudo aquilo que tinha acabado de acontecer.


HAAAAAAA ! Finalmente acabou! O capitulo mais longo que eu já escrevi! Mas vocês merecem, eu fiquei algum tempo sem postar aqui, sem criatividade! Espero que gostem, por favor comentem muito! Beijos amo todas vocês! 8 comentários para o próximo!

9 comentários:

Margarida disse...

Cap muito bom mesmo
O zac ficou mesmo surpreendido com a vanessa
posta logo
bjs

Edyh_2012 disse...

Ameiiiiiiiiii
Posta logo
Kiss

hot zanessa disse...

amei o cap

vanessa muito safadinha em kkk
posta logo AMEI
AMEI

July Hudgens disse...

Nossssaaaaaaaaaaa!!! E isso ai Van tem q aproveitar!!!
Amei o cap!!!
BjBj

Margarida Oliveira disse...

Essa Vanessa sabe de que jeito dar a volta a Zac, e parece que ele agora vai ficar no sitio que não está acostumado, acho que Vanessa vai dar bastante ordens, mas n sei até que ponto Zac aceita isso. Cap muito bom

• Paula disse...

Amei amei amei o cap!
Vanessa safadeeeenha!
Cap perfeito!
Posta logo
Bjos amorê

Alinne disse...

UAU...ameei ficou supeeer!!
Cap muito boom e beem hot kkk
Adoreei !
Posta logoo :*

Edyh_2012 disse...

Ameiiiiii
Posta logo please
Kiss

Lah disse...

Eii será que pode divulgar pra mim?
Oi margarida, será q vc podia divulgar pra mim?

http://garotasfabulosasbaby.blogspot.com.br/ é um blog que fala de tudo um pouco, e que há um link para web novelas nesse caso to terminando uma de Zanessa
Encontros e Desencontros http://zanessalaryfics.blogspot.com.br/

desde já obrigada bjbj.