domingo, 8 de janeiro de 2012

4º Capitulo -Conhecer a família dele. Vulnerável.-

Uma musica que eu adoro para vocês ouviram enquanto lêem os capítulos, espero que gostem. A partir de agora todos os capítulos vão ter uma musica que pode ser escolhida por vocês, quando comentam escrevem uma musica que vocês gostam que talvez ela passe a ser o tema de um dos capítulos! 



Assim que Vanessa viu o portão abrir-se os olhos quase se lhe saiam da orbita. Aquilo era uma casa?! Mais parecia um castelo, era enorme e tinha um jardim de entrada fabuloso, sentiu-se deslocada daquele mundo, olhou para a sua roupa, estava simples vestia apenas uma saia de sinta subida preta em conjunto com uns sapatos sa salto alto e uma camisola de sede sem mangas vermelha, era das melhores roupas que tinha mas ainda assim sentiu-se deslocada, Zac vestia roupas lindas e impecáveis, como sempre, nao era novidade ver o seu patrão e agora quase noivo bem vestido, vestia umas calças de ganga bege e uma camisa de tecido leve branca em conjunto com uns sapatos castanhos em pele. Zac estacionou o carro e ambos conseguiram perceber o nervosismo um do outro ...
Zac : tem de correr muito bem, eles têm de ficar convencidos! hoje nao podemos poupar esforços! vamos ter de disfarçar muito bem, estão ali dentro as pessoas que melhor me conhecem! nao pode haver falhas! -disse Zac nervoso-
Vanessa : eu sei, temos de ir com calma e acima de tudo temos de aparentar descontracção, pelo menos tu tens de aparentar, eu nem tanto visto que vou conhecer a família do meu suposto noivo! -disse Vanessa um pouco mais calma que Zac-
Zac : nao vai estar la dentro ninguém em quem nos possamos apoiar, dos que sabem desta mentira nenhum esta la dentro então só vamos ter um ao outro para nos safar-mos!
Vanessa : vai correr tudo bem, temos de ter pensamento positivo! -saíram do carro e puseram-se lado a lado em frente a grande porta, eram os últimos momentos antes de embarcarem num mundo de mentiras e representações, olharam um pro outro e deram as mãos, Zac tocou na campainha e poucos segundos depois uma senhora já de idade abre a porta e manda-os segui-la ate á sala de estar, assim o fizeram e quando chegaram todos olharam para eles, Vanessa sorria aparentando estar envergonhada quando na verdade sorria por estar nervosa e com medo que alguma coisa desse mal, Zac sorria descontraidamente quando por dentro estava uma pilha de nervos, Karina e Robert (pai de Zac) olhavam para eles sem acreditar naquilo que viam, Vanessa decidiu ignorar esses olhares e continuar a sorrir para uma senhora de olhos azuis e cabelos claros, só podia ser a mãe de Zac pois no meio daquelas pessoas era a única que tinha um sorriso verdadeiro nos lábios-
Zac : desculpem o atraso mas perdemos a hora! -disse Zac envergonhado dando a entender que se atrasaram porque estiveram a namorar-
Starla (mãe de Zac) : não tem problema, o que importa é que ja chegaram!
Zac : bom sendo assim vamos ás apresentações, esta é a Vanessa minha futura esposa -Zac fez uma pausa- Vanessa esta á a minha mãe Starla, o meu pai Robert, a minha irmã Karina e a mulher do meu pai Verónica.
Pai de Zac : prazer em conhece-la! -disse o pai de Zac sem a mínima verdade nas palavras que dizia, nao sabia porquê mas aquela tal Vanessa era-lhe familiar-
Vanessa : o prazer é meu! -disse Vanessa parecendo envergonhada quando na verdade estava era com medo que descobrissem alguma coisa-
Starla : a menina deve ser uma santa! -disse sorridente-
Vanessa : desculpe nao percebi! -disse com um sorriso de menina nos lábios e uma voz delicada-
Starla : só mesmo uma santa para fazer o meu filho subir ao altar. Vou ser-lhe sincera, quando o Zac me contou que se ia casar pensei que fosse apenas para nao perder a empresa mas agora que a vejo sei que ele esta realmente apaixonado, qual o homem nao ficaria se tivesse a seu lado uma jovem linda como a Vanessa!?
Zac : mãe menos, muito menos! -disse verdadeiramente envergonhado-
Vanessa : sabe que eu concordo consigo! -disse fazendo a mãe de Zac rir, Vanessa acompanhou-
Robert : desculpe fazer esta pergunta mas a sua cara nao me é estranha, já nos cruzamos alguma vez? -perguntou desconfiado-
Vanessa : mais vezes do que imagina, eu sou a secretaria pessoal do seu filho, trabalho na Efron! -disse aparentando normalidade-
Karina : bem me parecia que também já nos conhecíamos, digamos que esta um pouco diferente! -disse irónica-
Verónica : muito diferente, diga-se de passagem. Nao parece aquela menina dos óculos pretos que encontrávamos sempre que íamos á Efron! -disse surpreendida-
Vanessa : eu nao gosto de dar nas vistas, deixo isso para quem o sabe fazer! -uma indirecta?! Concerteza, Vanessa nao era parva e tinha de mostrar que tinha uma personalidade forte, que nao se iria deixar vender por nada deste mundo. Para a mãe de Zac a rapariga já tinha ganho mais alguns pontos-
Karina : engraçada a tua futura mulher maninho! -disse a fulminar pelos olhos-
Zac : nem tu sabes o quanto minha querida irmã! -disse ao beijar os cabelos de Vanessa que sorriu, "apaixonadamente"-
Starla : acho melhor irmos jantar, nao queremos que o nosso jantar esfrie, certo? -todos se encaminharam para a sala de jantar, durante todo o jantar o assunto "chave" era o novo casal "apaixonado" da família, Starla estava encantada com a sua futura nora, era a nora de sonho, simpática, boa pessoa, meiga, engraçada porem com uma personalidade muito forte, parecia ser uma mulher directa e era concerteza bastante esperta, sem falar que tinha uma beleza natural e sem fim, uma boa escolha- contem-nos como se conheceram!
Karina : sim contem, estamos ansiosos por ouvir a historia! -disse falsamente, sabia que algo nao era verdadeiro naquele "casal"-
Vanessa : é uma longa historia, engraçada, mas longa! -disse ao fazer uma cara de como quem se lembrasse de um acontecimento, um bom acontecimento- conhecemo-nos através de uma amiga em comum que nao sabíamos que tínhamos! -disse a sorrir-
Zac : foi essa mesma amiga que disse á Vanessa para ela se candidatar ao lugar na empresa, é uma espécie de anjo da guarda! -disse também a sorrir e com o braço em volta da cintura de Vanessa-
Vanessa : começou tudo no meu dia de folga, eu estava num café com a Ashley quando passa o Zac, a Ashley chamou-o para vir sentar-se connosco, eu fiquei super envergonhada, podia nao estar no trabalho mas o Zac era o meu patrão! -disse a rir-se-
Zac : passamos a tarde juntos, os três, era estranho ver a Vanessa sem ser no trabalho e sem aquelas roupas que ela usa na empresa! -este comentário fez com que Zac levasse um beliscão de Vanessa, Starla nao pode deixar de rir acompanhada pelos outros três, porem o riso deles foi falso- começamos a falar mais e quando demos por nos já estávamos a marcar jantares, encontros e tudo o que pudesse ser para estarmos juntos!
Vanessa : nunca ninguém percebeu porque nao misturávamos as coisas, trabalho é trabalho e nao levávamos os assuntos pessoais para dentro da empresa, isso nao!
Zac : ficamos meses naquilo, encontros, jantares, tardes juntos e tudo mais que vocês possam imaginar!
Vanessa : foi então que o Zac ganhou coragem e finalmente fez o pedido que á muito já devia ter feito! -disse com uma voz cansada-
Starla : os homens são sempre os mesmos, nunca sabem quando devem e podem fazer as coisas!
Vanessa : a quem o diz! Eu fiquei meses á espera que o seu filho se dignasse a fazer uma pergunta simples! -disse a rir-se-
Zac : bem que podias ter sido tu a fazê-la pequena! -mais um comentaria que levou a mais um beliscão em Zac- já paravas com isso nao?! -disse a queixar-se-
Vanessa : se parares de dizer disparates eu paro meu amor! -disse irónica-
Karina : ainda nem se casaram e já estão a discutir, se fosse a vocês pensava melhor nesse assunto do casamento! -disse mal humorada, estava farta de falar daqueles dois que pareciam do casal maravilha-
Zac : estas discussões são o pão nosso de cada dia, temos feitios muito diferente e quando se cruzão dão faisca! -disse ao dar um beijo na bochecha de Vanessa-
Vanessa : sem falar que o teu querido irmão nao vive sem mim! -disse convencida-
Zac : ora aqui esta uma coisa que nos faz discutir muitas vezes, o ego da Vanessa nao é amor?! -perguntou irónico-
Vanessa : é mentira? -perguntou a rir-se-
Zac : nao! -respondeu também a rir-se, neste momento ambos se perguntavam como conseguiam fingir tão bem! Estavam fartos de estar agarrados e de falar de coisas que nunca aconteceram, aquilo era chato-
Verónica : já deu para perceber que se dão bem! -disse irónica- quando vai ser o casamento? -foi directa ao ponto-
Zac : se tudo correr bem dentro de 1 mês e meio! -disse aparentando alegria e nervosismo-
Starla : tão cedo? -perguntou aflita, sempre sonhou com o casamento do filho e 1 mês nao dava nem para preparar metade do que tinha em mente-
Vanessa : nos nao queremos nada muito elaborado, queremos uma cerimonia simples, romântica, linda e discreta, para ser sincera nos pensamos em fazer a cerimonia na praia, visto que foi la que o Zac me pediu em namoro mas por causa dos paparazzis nao vai poder ser! -disse "desapontada"-
Zac : a Nessa tem razão, nos nao queremos nada muito elaborado, queremos uma coisa simples mas linda! -disse com um ar "apaixonado"-
Starla : eu sempre pensei casar o meu único filho como um princepe. -disse desapontada-
Vanessa : por isso mesmo eu estava a pensar pedir ajuda á Starla para me ajudar com os preparativos, nos nao queremos nada muito elaborado mas queremos uma coisa bem feita e com a ajuda da Starla eu tenho a certeza que vai ficar perfeito! -disse tentando alegrar Starla, o casamento nao era real, pelo menos para eles, Starla nao sabia disso-
Starla : pode conta comigo minha querida! -disse alegre, conversa e mais conversa, casamento e mais casamento ... Zac e Vanessa estavam fartos daquilo, já nao conseguiam ouvir falar mais de vestidos, ternos, sapatos, bolos de casamento,lua de mel, alianças, filhos ... sim filhos, Starla queria ter netos, Vanessa fez um esforço para nao gargalhar ao ouvir a palavra filhos, claro que queria ser mãe mas nao dos filhos de Zac-
Zac : a conversa esta óptima mas infelizmente nos precisamos ir, ainda tenho de deixar a Vanessa em casa e claro quero namorar! -disse recebendo mais um beliscão de Vanessa que estava verdadeiramente vermelha de vergonha- isso já começa a irritar!
Vanessa : e a tua mania de dizeres aquilo que nao deves também! Tem algum sentido aquilo que disseste? -perguntou verdadeiramente chateada-
Zac : é alguma mentira? -perguntou com dificuldades em entrar no jogo, já era a terceira vez que Vanessa lhe beliscava, aquilo doía-
Vanessa : nem que fosse tão verdade como as palavras da bíblia, são coisas que nao se dizem á frente dos outros! -disse a divertir-se com a situação, tinha descoberto que gostava de ver Zac irritado, chateado-
Zac : porque eles iam mesmo acreditar que eu só te ia levar a casa! -disse irónico-
Vanessa : eu nao vou discutir contigo á frente dos teus pais! -disse "chateada"- desculpem qualquer coisa! -disse envergonhada "pela discussão" aos pais de Zac- mas as vezes o vosso filho consegue ser a pessoa mais fora de foco do mundo! -disse a olhar para Zac que mandou um sorriso irónico-
Starla : nao discutam por coisas sem importância, vão ter a vida inteira para discutir! -disse a sorrir-
Verónica : se já discutem assim eu nem quero imaginar quando casarem! -disse seria-
Zac : nao se preocupe com isso, nos ca nos arranjamos, o nosso casamento nao é um problema, eu lhe garanto, da nossa relação tratamos nos! -disse azedo, nao suportava aquela mulher-
Karina : nos nunca pensamos o contrario! -disse o mais irónica possível-
Vanessa : Zac é melhor irmos indo, já esta a ficar tarde e ate minha casa ainda demora algum tempo! -disse calma-
Zac : sim vamos, obrigado pelo jantar!
Vanessa : estava tudo óptimo, foi um prazer! -Vanessa despediu-se de toda gente e depois seguiu com Zac para o carro, assim que la entraram respiraram aliviados, o teatro tinha acabado ... pelo menos naquela dia-
Zac : pra próxima que me beliscares eu nao vou ter pena de fazer o mesmo! -disse chateado-
Vanessa : se nao queres apanhar beliscões nao faças comentários fora do foco! -disse também chateada-
Zac : eu nao sou nenhum menino do coro e os meus pais sabem disso, tenho de ter um comportamento como sempre tive! -disse ainda mais chateado-
Vanessa : sendo assim temos pena, os beliscões vão ser frequentes! -disse irónica- tenta pelo menos nao fazer esses comentários quando formos jantar a casa dos meus pais amanha! -disse quando a viajem ate sua casa começou-
Zac : jantar em casa dos teus pais? -perguntou admirado-
Vanessa : sim! -disse com voz cansada-
Zac : tu nao estavas chateada com eles? -perguntou enquanto ia atento á estrada-
Vanessa : estava e estou, pelo menos com o meu pai e com o Charlie, a minha mãe nao tem culpa. Eu hoje fui la pela manha e contei-lhes tudo, o meu pai disse que quer conhecer-te, por isso vamos la jantar amanha! -disse simplesmente-
Zac : e só me dizes agora? -perguntou chateado-
Vanessa : só tive agora oportunidade! -disse sem dar importância-
Zac : para isto dar certo tu tens de me avisar das coisas, eu tenho de saber de tudo!
Vanessa : eu já disse que só pude avisar-te agora! -disse saturada da conversa-
Zac : tubo bem! -disse ao respirar fundo, o resto da viajem foi calma, nenhum dos dois abriu sequer a boca,  quando chegaram a casa dela e Vanessa se preparava para sair o telefone de Zac e toca e ele segura do braço de Vanessa impedindo-a de sair- espera, é o Richard, pode ser alguma coisa importante!
Inicio de Chamada :
Zac : passa-se alguma coisa?
Richard : passa, passa-se muitas coisa ate! -disse aflito-
Zac : o que se passa? -perguntou preocupado e ao pôr o telemóvel no altifalante chamando atenção de Vanessa-
Richard : passa-se que o conselho arranjou maneira de vos espiar por completo, neste momento eles sabem exactamente onde vocês estão e a fazer o quê, eles meteram um homem qualquer a morar no prédio á frente do da Vanessa, ele tem vista clara pra a sala do apartamento dela, tu tens de entrar com ela e dormir la! -disse como se fosse uma coisa normal-
Vanessa : COMO?! -perguntou esterica-
Richard : eu sei que o que eles fizeram nao esta certo mas eles querem ter a certeza que o casamento é verdadeiro e para isso vocês têm de agir como um casal normal, ninguém esta a pedir para vocês dormiram juntos mas sim para dormirem no mesmo espaço!
Zac : eu não vou dormir no mesmo espaço desta maluca! ela ainda me mata durante a noite ou algo do género, mas rapidamente durmo no carro! -disse exaltado-
Richard : quando vocês entraram neste jogo sabiam aquilo que vos esperava, deixem de ser crianças e façam aquilo que é preciso e sem resmungar! -disse também alterado- tentem entrar em casa como um casal de namorados faz e nada de reclamar, depois do casamento ate se podem matar mas ate la agam como duas pessoas normais que estão apaixonadas!
Vanessa : falar é facil nao es tu que tens de estar ao lado de um energumeno como ele! -disse chateada-
Zac : nem vou dar-me ao trabalho de responder! -disse chateado- preferia mil vezes aquela Vanessa educada e bem mandada que trabalhava para mim!
Vanessa : essa Vanessa ainda existe mas apenas da porta da empresa para dentro, fora disso vais ter de levar comigo do jeito que eu sou e se nao gostas pões na beira do prato! -disse irónica-
Richard : CHEGA! -disse a gritar- vocês vão parar de discutir e vão entrar agora em casa como se esta discussão nao tivesse acontecido! vocês querem ou nao que este plano deia certo? -perguntou impaciente, nao obteve resposta de nenhum dos dois- se querem façam pelo menos um esforço para que a convivência entre vocês seja positiva e produtora nao chata e sem qualquer tipo de produção, se vocês continuarem assim ninguém vai acreditar nesta porra de casamento! -disse chateado-
Vanessa : tudo bem, eu já estou por tudo, mas que fique bem claro que vais dormir no chão do quarto visto que eles conseguem ver a minha sala!
Zac : se dormir no chão significa nao estar ao teu lado eu dormo as vezes que forem precisas!
Richard : já temos um avanço! -disse fingindo entusiasmo- vocês concordaram em alguma coisa! -disse irónico- tentem nao matar-se um ao outro e tenham uma boa noite, durmam com os anjos!
Zac : esta noite, so se for com o diabo, neste caso diaba! -Vanessa nem respondeu, apenas lhe mandou um olhar mortal e saiu do carro furiosa-
Richard : tu quando queres consegues ser pior que sei la eu o quê! -disse a rir-se-
Zac : nao tenho a culpa dela me tirar do serio!
Richard : mesmo que ela o faça se queres a empresa tens de aguentar com ela e de preferência sem lhe chamares nomes, ela é a solução pro teu problema por isso nao a chateies! -disse quase a berrar-
Zac : eu sei o que tenho de fazer, não preciso que ninguém me diga ! -disse chateado-
Richard : óptimo, agora sai do carro e vai para onde tens de ir, o apartamento dela é o 3 direito !
Zac : tudo bem, amanha ligo a dizer se estou vivo ! -disse a rir-se-
Richard : boa noite ! -Zac desligou o telemóvel e saiu do carro, entrou no prédio e foi directo pro apartamento de Vanessa, ela abriu a porta e Zac logo entrou sem pelo menos ser convidado-
Vanessa : não se entra na casa dos outros sem pedir licença ! -disse ao fechar a porta com força-
Zac : quando os outros é a minha futura mulher eu entro onde eu bem quiser ! -disse com sarcasmo-
Vanessa : nem me vou dar ao trabalho de te responder -disse com voz cansada- espero que saibas que vais dormir no sofá e para teu próprio bem é bom que não ressones! -disse enquanto Zac se aproximava dela- e podes ir parando por ai, não quero que te aproximes! -disse ao afastar-se de Zac que continuava a aproximar-se de Vanessa que se afastava ate ir de costas contra a parede, Zac aproveitou e agarrou-a, Vanessa ficou sem fala-
Zac : não olhes agora mas esta um homem qualquer na sacada do prédio da frente a olhar pra cá, suspeito que seja o homem que o Richard nos falou e como tal penso que temos um teatro a fazer. -disse com um tom de vos baixo e relaxante olhando fixamente com aqueles olhos azuis penetrantes para Vanessa que nem pestanejou apenas abanou com a cabeça como um sinal de "sim". Foi então que Zac largou a cintura de Vanessa e logo a voltou a agarrar mas desta vez delicadamente e sem a força brusca de á segundos atrás, Vanessa nao sabia o que se passava com ela mas estava totalmente vulnerável ao toque daquele homem, aqueles olhos que a fizerem esquecer a furia que á poucos segundos atras tinha do mesmo, fê-la esquecer de tudo o que se passava á volta dela. Nem acreditou quando sentiu os lábios dele tocarem nos dela, foi uma sensação estranha, não que Zac beijasse mal, muito pelo contrario, ele beijava muito bem, mas Vanessa estava a beijar o seu patrão, patrão que odiava.
Depois do beijo e única coisa que veio á mente de Vanessa foi uma pergunta, "Será que eu o odeio mesmo?"


Por hoje é tudo, espero que estejam contentes pelo retorno do blogue e espero que comentem muito !!!! Beijos fiquem bem, ainda hoje uma previa do próximo capitulo :) COMENTEM !!!!!!!! POR FAVOR!

5 comentários:

• Paula disse...

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Choquei!
Amei amei amei o cap!
Perfeito!
É claro que a Vanessa não odeia ele.
Posta logo
Bjos amorê

• Paula disse...

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Choquei!
Amei amei amei o cap!
Perfeito!
É claro que a Vanessa não odeia ele.
Posta logo
Bjos amorê

Anónimo disse...

vc poderia por favor mudar a letra não consegui entender.mas quero muito ler o cap.

Edyh_2012 disse...

AAAMMMMMMMMMEEEEEEEEIIIIIIIIIII
Essa perguntae retorica
Claro q a Vany nao odeia o Zac
So pensa q odeia
Posta logo
Kiss

stephanie_95_7 disse...

Adorei o capitulo
Ta muito bom =)
Posta rapido
bjs